Categoria: ,

‘Pra que essa ansiedade?’, diz Pazuello sobre vacinação contra covid

Governo apresenta hoje oficialmente plano para vacinar população
'Pra que essa ansiedade?', diz Pazuello sobre vacinação contra covid
Foto: Arquivo/ABr

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, falou nesta quarta-feira (16) que não é preciso “ansiedade” e “angústia” em relação à vacinação contra a covid-19. O governo federal lançou hoje oficialmente o plano nacional de imunização, que ainda não tem data para começar.

“Vamos levantar a cabeça. Acreditem. O povo brasileiro tem capacidade de ter o maior sistema único de saúde do mundo, de ter o maior programa nacional de imunização do mundo, nós somos os maiores fabricantes de vacinas da América Latina. Pra que essa ansiedade, essa angústia? Somos referência na américa latina e estamos trabalhando”, disse Pazuello.

Ele também garantiu que as vacinas produzidas no Brasil terão prioridade de uso. “Todas as vacinas produzidas no Brasil, ou pelo Butantan, pela Fiocruz ou qualquer indústria, terá prioridade do SUS e isso está pacificado”, disse.

O Ministério da Saúde informou que vai divulgar uma campanha de comunicação para informar e dar segurança à população em relação às vacinas que serão usadas no país. A ideia é tranquilizar as pessoas.

O próprio Bolsonaro, contudo, tem dado declarações que vão contra isso. Ele já disse que não vai tomar o imunizante, falou de suspeitas sobre a eficácia das vacinas e disse que gostaria que as pessoas assinassem um termo de responsabilidade antes de serem vacinadas, o que foi descartado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM).

A campanha de comunicação terá duas etapas:

Fase 1 – Campanha de informação sobre o processo de produção e aprovação de uma vacina, com vistas a dar segurança à população em relação a eficácia do(s) imunizante(s) que o país vier a utilizar, bem como da sua capacidade operacional de distribuição.

Fase 2 – Campanha de Informação sobre a vacinação, públicos prioritários e demais, dosagens, locais etc. Prevista para iniciar assim que tenhamos a definição das vacinas.

“A fase 1 tem intuito de esclarecer a eficácia dos imunizantes, a capacidade de operação e como a população deve baixar o aplicativo ConectSus [com a carteirinha de vacinação. E na fase 2, quando vier a vacinação, vamos convocar os grupos para obter imunizantes. É nesse sentido que pensamos que a vacinação é o Brasil em ação pela proteção”, explicou o secretário de Vigilância Sanitária e Saúde, Arnaldo Medeiros.

Crédito: Correio 24 horas.

Compartilhe:

Notícias relacionadas
O que você procura?