Categoria: , ,

Sem acordo para retomar café da manhã, servidores do Ana Nery farão novo protesto

Sem acordo para retomar café da manhã, servidores do Ana Nery farão novo protesto
Foto: Divulgação

O impasse entre a direção e os servidores do Hospital Ana Nery continua. Após reunião com com o diretor da unidade médica, Luís Passos e integrantes do Sindicato de Trabalhadores Federais em Saúde, Previdência e Assistência Social (Sindprev), ficou mantida a suspensão do café da manhã dos trabalhadores do turno noturno e um novo protesto está agendado para esta terça-feira (29).

A manifestação ocorrerá na frente do hospital, com a distribuição gratuita de frutas, suco ou café e um sanduíche para funcionários do turno noturno. “O diretor, que chegou a chamar a PM para trabalhadores que reivindicam seus direitos, alega ser inconstitucional e que os profissionais de saúde não têm direito ao café da manhã”, disse Valdemir Medeiros, diretor do Sindprev e da Executiva da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

“Consideramos uma crueldade, pois estamos defendendo todos os trabalhadores, não só os federais, mas os do Estado e terceirizado que são representados pela CUT e Confederação Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social”, acrescentou.

Já o Hospital Ana Nery- HAN esclareceu que todo servidor vinculado a empresa “já recebe em seu contracheque o benefício do vale alimentação, porém, de forma facultativa, a unidade também oferece a estes valiosos servidores, atualmente, 3 refeições durante o período do plantão além do benefício elencado nos respectivos contracheques”.

“O objeto do pleito do sindicato (SINDPREV) é a manutenção da oferta de uma quarta refeição (desjejum) para os servidores quando estes deixarem os seus postos de trabalho por ocasião do fim de seus plantões. Acontece que, tal reivindicação, se atendida na forma requerida, terá impactos orçamentários importantes nesta unidade, que, como sabido, sempre atuou dentro da reserva do possível, uma vez que é mantida exclusivamente por verbas públicas, o que pode vir a colocar em risco de solução de continuidade o serviço de excelência prestado pela HAN aos cidadãos baianos”.

O hospital acrescenta ainda que “a todo momento a gestão se manteve aberta ao diálogo com o sindicato”. “Contando com realização de reunião com os representantes do SINDPREV, em que pese os entraves oriundos da própria reivindicação desde a sua origem, por se caracterizar atualmente como inexequível face a tudo que foi exposto, sob pena de prejuízo ao bom funcionamento desta unidade. Por fim, a gestão do HAN reafirma o seu empenho em continuar aberta ao diálogo e prestando os serviços de excelência á população”, finalizou.

Crédito: Bahia Notícias

Compartilhe:

Notícias relacionadas
O que você procura?