Alexandre de Moraes marca audiências de custódia de presos em operação da PF

Filipe Garcia, Marcelo Câmara, Rafael Martins de Oliveira e Valdemar Costa Neto tiveram audiências marcadas para esta sexta-feira (9)

Alexandre de Moraes marca audiências de custódia de presos em operação da PF
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Responsável responsável pela decisão que autorizou operação da Polícia Federal contra Jair contra Bolsonaro e seus aliados, o ministro Alexandre de Moraes, do Supremos Tribunal Federal (STF), marcou para esta sexta-feira (9) as audiências de custódia dos presos da Operação Tempus Veritatis.

As audiências serão realizadas por videoconferência. A primeira deve ser a de Filipe Garcia, ex-assessor especial de Bolsonaro, na Superintendência da Polícia Federal no Paraná. Em seguida, começa a de Marcelo Câmara, no Batalhão da Guarda Presidencial (BGP). Ele é o coronel do Exército citado em investigações como das supostas fraudes em cartões de vacina da família Bolsonaro e da venda dos presentes oficiais na gestão Bolsonaro.

Rafael Martins de Oliveira, major das Forças Especiais do Exército, também passará por audiência no Comando da Artilharia Divisionária da Divisão do Exército. A última será a de Valdemar Costa Neto, na Superintendência Regional da Polícia Federal no Distrito Federal. O presidente do PL foi preso durante a operação por porte ilegal de armas e pela apreensão de uma pepita de ouro.

No caso de Valdemar Costa Neto, será analisada a prisão em flagrante dele. A defesa do presidente do PL defende que não há fato relevante para a prisão. Os advogados alegam que a arma encontrada estava registada e pertencia a um parente, e a pepita teria baixo valor, portanto “não configura delito segundo a própria jurisprudência”.

Crédito: Metro1

Compartilhe:

Notícias relacionadas
O que você procura?