Categoria: ,

Após a reunião, Lira e Lula chegam a um “entendimento mútuo”, apontam fontes

A interlocutores, o deputado disse que o resultado da conversa no Palácio do Alvorada vai além de um armistício e que garantiu ao petista: “o jogo está zerado”.

Após a reunião, Lira e Lula chegam a um "entendimento mútuo", apontam fontes
Foto: Joédson Alves/Agência Brasil

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), realizaram um encontro nesta sexta-feira (9), em meio a críticas do parlamentar à articulação política do grupo no poder. O encontro teve como objetivo melhorar a relação entre o Congresso Nacional e o Palácio do Planalto.

De acordo com o Estadão , os dois fizeram promessa mútua de melhorar a relação. A interlocutores, o deputado disse que o resultado da conversa no Palácio do Alvorada vai além de um armistício e que garantiu ao petista: “o jogo está zerado”. Além disso, houve um combinado de intensificação nos contatos, telefônicos ou presenciais, após Lira romper com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

O Presidente da Câmara repetiu as reclamações de que, durante o ano de 2023, todas as questões acordadas com a articulação política do governo tiveram vetos presidenciais. Ou seja, descumprimento de acordo. Ele citou exemplos além do veto de R$ 5,6 bilhões nas emendas de comissões. Apontou a pauta econômica: arcabouço fiscal, apostas, Carf, Desenrola. Segundo relatos, Lula afirmou que não tinha conhecimento da história de todos os vetos.

Lira disse a Lula que elevou o tom porque quis conversar, para mostrar que entregou o que o presidente pediu: declaração de apoio, PEC da transição, presença em Brasília no dia dos atos golpistas de 8 de janeiro de 2023, aprovação da intervenção na segurança do Distrito Federal e, depois, a pauta prioritária da economia. Mas, para ele, o governo não cumpriu as promessas.

Na conversa a sós, Lula disse que conversaria mais. Orientou Lira a manter as tratativas com o ministro da Casa Civil, Rui Costa. As relações do deputado com o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, portanto, continuam rompidas.

Crédito: Metro1

Compartilhe:

Notícias relacionadas
O que você procura?