Leo Prates diz que cenário no Sistema de Saúde de Salvador é de alerta

Foto: Reprodução

 

O secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates disse, na manhã desta terça (16), que as UPA’s de Salvador estão com atendimento em nível quase parecido com o auge da pandemia e que o sistema de saúde está sob pressão máxima.

“Na segunda, regulamos 60 pessoas oriundas das UPA’s. Agora estamos quase no mesmo patamar. Mesmo ontem tendo feito um dos dias de maior regulação nestes últimos tempos, nós amanhecemos com 33 pessoas aguardando regulação nas UPA’s. O cenário é de alerta máximo e o sistema de saúde está pressionado de uma forma que ele nunca esteve na pandemia”, afirmou.

Prates disse que Salvador tinha 650 leitos de UTI no auge na pandemia, hoje tem 579 e em breve terá 589, mas que duvida que o número cresça mais pois algumas unidades usadas em 2020, precisam atender pacientes com outros problemas de saúde. “Porém, o esforço para reabrir leitos está sendo muito maior porque, por exemplo, o Ernesto Simões não vai poder voltar à capacidade de 80 leitos por ser um dos principais para apoio a questões vasculares”, disse Prates, complementando que tem a garantia do Governo do Estado de que o Hospital da Fonte Nova, será reaberto caso a capacidade dos leitos chegue a 85%.

 

Crédito: Radar da Bahia

Compartilhe:

Notícias relacionadas
O que você procura?